Festa de casamento ou viagem bacana?

Que tal os dois? Sim, dá para fazer uma festa de casamento e uma viagem bacanuda. Só precisa daquilo que eu sempre recomendo: planejamento.

Você não precisa deixar de lado uma lua de mel dos sonhos para fazer uma festa de casamento ou vice-versa. Quando você começa a contar para as pessoas que vai casar sempre tem um palpite “Não gaste dinheiro com festa, façam uma viagem bem legal”.  Mas a verdade é que economizando aqui e ali tem como sim fazer as duas coisas sem se enfiar em dívidas.

Antes de mais nada: pesquise. Confira preços de tudo: passagens, acomodações, passeios, alimentação. Sobre o casamento, já falei aqui e falo de novo: que tipo de festa você quer? Precisa ser cheia de coisas “só pra tirar foto” ou algo simples e aconchegante? A sua lua de mel precisa ser um um lugar badalado, chique? Existem muitos gastos num casamento, desde a festa, até as alianças de casamento. Se você que ir à Paris, prepare o bolso, é caro sim, mesmo com promoção de passagem, até fast food é caro por aquelas bandas.

Gosta de praia? Tem o Caribe aqui do lado. São dezenas de cidades, ilhas e locais maravilhosos, com água do mar quentinha. Alguns são mais famosos como Punta Cana, na República Dominicana,  e Cancún, no México, tomados por grandes resorts e outras menos conhecidos como a Ilha de San Andres, na Colômbia, pequena, linda e ainda mais acessível.  Ir para um desses lugares está saindo mais barato que viajar dentro do Brasil, infelizmente. Quem quer a tranquilidade do mato e sabe que Campos do Jordão, no interior de São Paulo,  custa uma pequena fortuna. Aqui na regiao de Curitiba temos São Luis do Purunã, por exemplo, menos de uma hora de carro para respirar ar puro, comer comidinhas caseiras e relaxar sem barulhos de cidade grande.

E a Crise?

Sei sim que estamos passando por uma crise econômica e política bem grande, e sinto muito em lhe dizer isso: vai demorar passar. Você pode até adiar seus planos até as coisas se firmarem um pouco mais ou então fazer seu cofrinho e seguir em frente.
Já dizia o velho palestrante “onde muitos enxergam crise, alguns criam oportunidade” e é exatamente isso: as áreas estão com promoções muito boas de passagens para lugares paradisíacos como o caribe. As empresas de eventos estão com baixa demanda, então é bem mais fácil barganhar um desconto, uma cortesia e fechar contratos até 30% mais baratos que em tempos normais.

Faça sua planilha, seu cofrinho e reveja sua lista de convidados centenas de vezes. Assim você vai ter um casamento lindo e uma viagem dos sonhos!

CARRINHOS DE PASSEIO PARA BEBÊS, DICAS DE COMO COMPRAR

Atualmente o mercado infantil tem se apresentado com grandes inovações nos artigos para bebês. No que se refere aos carrinhos de passeio existem diversas marcas, preços e diferenças no número de acessórios e até mesmo diferenças nas rodas.

Esse post é para você que é mãe e pai de primeira viagem e que está perdido em meio a esse mar de informações, aqui quero te mostrar quais são os pontos-chave que você deve se atentar na hora de escolher o carrinho de passeio para o seu bebê. Quando for comprar, busque por um cupom desconto americanas e economize comprando online.

Aqui vão algumas dicas muito importantes:

  • Carrinho com 3 ou 4 rodas: agora existe os carrinhos com 3 rodas, que tem um sistema de amortecimento e freios que os tornam mais fáceis de empurrar e balançam menos o bebê.
  • Carrinhos com freios: para maior segurança você deve optar por carrinhos de passeio com freios nas rodas traseiras de modo que eles possam ser acionados ao mesmo tempo.
  • O chassi é um quadro rodas com uma alça com a qual o carrinho é empurrado. Ele é projetado para transportar as cestas e cadeiras. Atualmente todos têm guidão ergonômico que são bem adaptados para as mãos para facilitar sua condução, essa característica deve ser observada no modelo que você escolher.
  • Assento: O assento do carrinho é a estrutura na qual a criança viaja. Ele deve ser levemente reclinado para a criança não ficar totalmente deitada, principalmente quando ela acaba de mamar. A maioria dos carrinhos de passeio normalmente têm várias posições de inclinação que você pode regular.
  • Montagem e desmontagens: tem carrinhos que para montar e desmontar precisa quase de um manual de instrução, mas hoje já existem carrinhos que você pode abrir e fechar com uma só mão, dê preferencia para esse tipo de carrinho, ele é mais prático e mais fácil de ser transportado.
  • Tipo de material: escolha um modelo que tenha material mais resistente e que possa ser lavável.
  • Dimensões: não se pode esquecer-se de observar as dimensões do carrinho quando fechado, pois geralmente este carrinho vai ser transportado dentro de um porta malas do carro. Assim o ideal é medir antes o espaço do bagageiro do carro e medir o carrinho fechado, só assim você terá certeza que seu carro vai conseguir transportar o carrinho do seu filho. Isso evita você ter uma surpresa desagradável de quando chegar em casa o carrinho não vá caber no porta malas do seu carro.
  • Acessórios: a maioria dos modelos apresenta cesto superior ou na parte inferior. Alguns carrinhos de passeio possuem também acessórios tais como: porta-garrafa, ganchos para segurar bolsas no guidão, sacos de passeio, mosquiteiros, guarda-chuvas, colchões, etc … Estes são detalhes que podem tornar o passeio com seu bebê muito mais prático.

 

Quando se fala no transporte de bebês, segurança, conforto e praticidade devem falar mais alto do que a questão estética do produto. Se você gostou das informações compartilhadas nesse post, compartilhe agora mesmo com seus amigos. Não se esqueça de deixar seu comentário, pois ele é muito importante para sempre estarmos criando um conteúdo relevante para você!

Dicas de Como Fazer o Bebê dormir a noite inteira

O sonho de toda mãe é que o seu bebê tenha uma excelente noite de sono e não acorde nenhuma vez durante a noite, já que se isso acontecer, a própria mãe vai ter uma melhor qualidade de sono, não tendo que acordar a cada hora por conta do choro do filho. Conheça a Fada do Sono.

Assim, você que é mamãe e não aguenta mais ficar sem dormir por causa do seu bebê, o qual, acorda diversas vezes durante a noite, continue lendo esse texto e descobre as técnicas de como fazer o seu bebê dormir à noite inteira. Acompanhem comigo e saiba que técnicas são essas.

Dar um banho morno antes de colocá-lo para dormir

Essa é uma técnica muito recomendada pelos pediatras e outros especialistas em cuidados com crianças, que é dar um banho morno um pouco antes de fazer o seu bebê dormir, isso ajuda em dois aspectos.

Primeiro, deixa o seu bebê mais relaxado para o momento de ir para a cama, com isso, ele vai dormir com mais facilidade, o que deixa o seu trabalho muito mais prático.

Segundo, que como ele estará quentinho e confortável, a chance dele acordar durante a noite diminui bastante, o que colabora para a sua noite melhor dormida e mais saúde para quem não precisa acordar a noite inteira para verificar o porquê seu bebê está chorando.

Dar de mama antes de ir dormir

Umas das maiores razões para um bebê acordar durante a noite é que ele está como fome, por isso, quando você o amamente antes de ir dormir, isso acaba diminuindo bastante a chance dele acordar com fome durante a madrugada.

Assim, amamentá-lo momentos antes de colocá-lo para ir deitar, acaba sendo uma excelente estratégia para fazer com que ele consiga dormir durante uma noite inteira e te deixe dormir um pouco melhor também.bebe dormindo

Uma outra dica é caprichar num chazinho calmante. Dependendo da erva, você ajudará na digestão do bebê e consequentemente numa boa noite de sono.

Chás de Erva-doce, capim-cidreira, melissa e folha de laranjeira estão entre os preferidos das mamães. O chá de maracujá tem propriedades tranquilizantes e também pode se tornar um ótimo aliado.

Essas foram duas técnicas, as quais, podem ser facilmente aplicadas para fazer com que o seu bebê durma a noite inteira sem nenhum tipo de problema ou de preocupação para você. Já conhecia essas técnicas, deixe o seu comentário abaixo e participe desse post.

Como emagrecer após a gravidez com Mamãe Sarada?

Essa é uma dúvida muito frequente entre as mamães, amamentar e fazer o programa Mamae Sarada emagrece ou não? A resposta é SIM! Amamentar e realizar o programa Mamãe Sarada emagrece! Isso porque a produção de leite gasta muitas calorias, mas apesar disso amamentar também gera muita sede e muita fome e por isso, se a mulher não souber equilibrar a alimentação ela poderá engordar.
Saiba o preço do Mamãe Sarada

Mamãe Sarada funciona?

Para que a mãe consiga emagrecer rápido com o mamae sarada e amamentando é necessário amamentar o bebê exclusivamente e comer refeições leves e nutritivas distribuídas ao longo do dia.

No meu caso, em pouco tempo eu voltei ao meu peso de antes da gravidez. Eu amamentei e fiz o mamae sarada exclusivamente em livre demanda por 6 meses, e em seguida amamentação junto com a alimentação, mas também sendo em livre demanda. Faço atividade física na academia e tenho uma alimentação equilibrada. Hoje estou pesando 57 quilos, na gravidez eu pesava 12 quilos a mais! É isso mesmo mamães, já consegui perder 12 quilinhos! Além do mamae sarada, uma boa dica para emagrecer após a gravidez é o plano detox.
O Plano detox é uma série de fatores reunidos num produto virtual que irão te ensinar a ingerir os alimentos certos para queimar as calorias necessárias para que você fique em forma e além de tudo com um estilo de vida saudável.
O plano detox foi desenvolvido pela blogueira Rosi Feliciano e é vendido online. Você recebe na mesma hora e já pode iniciar a dieta!

Mamãe Sarada emagrece quantos quilos por mês?

Amamentar e fazer os exercícios do Mamae Sarada emagrece uma média de 2 quilos por mês, nos casos de amamentação exclusiva, porque a produção de leite é uma atividade tão intensa que exige da mãe cerca de 600-800 calorias por dia, o que equivale a meia hora de caminhada moderada, contribuindo para o retorno mais rápido à forma física e ao peso anterior à gravidez.

Mamãe Sarada emagrece em quanto tempo?

A mulher que amamenta exclusivamente, geralmente até aos 6 meses, consegue voltar ao peso antes de engravidar, pois:
Logo após o parto a mulher perde cerca de 9 a 10 kg;
Após 3 meses pode perder até 5-6 quilos, se amamentar exclusivamente;
Após 6 meses pode também perder até 5-6 quilos, se amamentar exclusivamente.
No entanto, se a mulher engordar muito na gravidez poderá demorar mais de 6 meses a voltar ao peso antes de engravidar, especialmente se ela não amamentar de forma exclusiva ou não seguir uma alimentação equilibrada durante a amamentação.
Beijos em cada um!